quarta-feira, 9 de abril de 2008

Moção de Apoio de Júlia Clímaco - Buenos Aires, Argentina

Queridos, mando uma moção de apoio, mas não tenho nenhuma instituição para assinar, então assino em meu nome mesmo. Como eu vi que tem outras em nome próprio, mando pra vocês a minha. E não sei postar no Blog, então mando por email mesmo.

***

MOÇÃO DE APOIO DE JÚLIA CLÍMACO (Estudante da Facultad Latino Americana de Ciencias Sociales, Buenos Aires, Argentina)

"Lo que brilla con luz propianadie lo puede apagar.Su brillo puede alcanzarla oscuridad de otras cosas." Pablo Milanés, Canción por la unidad latinoamericana

Mesmo de longe é impossível não me sensibilizar e apoiar como for possível a luta de vocês, que é também a minha, ex-estudante da UnB, do período Lauro-Timothy. Mais do que nunca uma ação desse tipo se fez necessária e me fascina a seriedade e o compromisso com que vocês estão levando a luta. E a irresponsabilidade e o descaso com que o reitor a está levando, cortando luz, água e recusando-se a sair. Só sai de forma legal? Talvez essa forma legal já tenha sido desacreditada com as irregularidades da Finatec, com a denúncia do Ministério Público, isso sem falar nos outros mistérios da UnB, como o Cespe.Usar a desculpa dos campi novos e da implementação das cotas é absurdo (ainda mais para quem sabe como foi todo o processo). E não, isso não é um ataque à universidade pública brasileira, mas uma defesa do que ela deve e pode ser.

Enfim, OCUPA E RESISTE! E daqui do sul, mando forças y suerte!

Júlia Clímaco, ex-aluna do Instituto de Psicologia, UnB.

Um comentário:

psicodough disse...

E aí, Júlia! Comé que tão as coisas aí, de Buenos? Heheheh. Então, o pau tá quebrando aqui e finalmente neguinho tá se mobilizando, massa que até aí na Argentina você tá ligada do que tá rolando.

Bjão menina,
Douglas